Cobre o conteúdo enquanto carrega
As votações estão encerradas. Confira os projetos mais populares.
Projeto

AGR247 - O ensino de frações utilizando a adubação na agricultura familiar na comunidade ribeirinha, Piracão-Era de Cima, do município de Santarém - PA

Ícone
AGR

Ciências Agrárias

Sub-categoria

Agronomia

Play
ícone Autoria Sara Samile Oliveira Maia, Luiz Felipe Pereira Furtado, Luana Cardoso da Silva
ícone Orientação Edivanderson Lopes Silva
ícone Instituição E.M.E.I.E.F. Santa Cruz

Resumo

O presente trabalho teve como objetivos facilitar o aprendizado e ensinar frações utilizando a adubação em hortas para melhorar o cultivo de hortaliças por meio da adubação correta e, juntamente com isso, fazer ações de interdisciplinaridade com ensino de geografia, história, português e ciências. A escolha de cada adubo foi através de uma pesquisa realizada junto às famílias, sobre os tipos de adubos mais utilizados. Para o plantio das hortaliças foram elaboradas 16 frações possíveis, que usamos nas amostras para cada uma das três espécies (tomate, pimentinha e pimentão), todas as 48 amostras foram colocadas nas mesmas condições ambientais e passaram a ser monitoradas diariamente pelos alunos, desde o plantio até a germinação e desenvolvimento, juntamente com a coleta e análise de dados para identificação do melhor adubo e fração para o cultivo. Para a hortaliça tomate, das 16 amostras plantadas a melhor fração de adubo para essa hortaliça foi a amostra 6 (1/4 de esterco de galinha - 1/4 de terra – 2/4 de pau), que germinou 9 dias após o plantio. Para a hortaliça pimentinha, das 16 amostras plantadas a melhor fração de adubo para ela foi o da amostra 4 (2/4 de esterco de galinha – 1/4 de terra – 1/4 de pau), que germinou 10 dias após o plantio. Para a hortaliça pimentão, das 16 amostras plantadas a melhor fração de adubo para pimentão foi o da amostra 14 (2/4 de pau e 2/4 de esterco de galinha), que germinou com 11 dias após o plantio. Além de identificar a melhor fração de adubo para as hortaliças, foi possível observar também que, quando acompanhado o plantio, o uso de agrotóxicos é desnecessário, deixando o produto final mais benéfico a nossa saúde. As amostras que possuíam esterco tiveram baixo e lento desenvolvimento esse resultado pode ter se dado em relação ao preparo do esterco pelos comunitários, que para serem colocados nas hortas devem ser curtidos e lavados para melhor potencialização deste adubo. No bimestre não houve notas vermelhas.

Palavras-chave: Aprendizagem, Plantio, Matemática

Foto do projeto